Menu
Detalhe da notícia
Detalhe da notícia
Tradicional Jantar de Natal de Apoio à Recandidatura a Pinto da Costa
2019-12-18 01:24:00 - Francisco Bacelar
Tradicional Jantar de Natal de Apoio à Recandidatura a Pinto da Costa
Realizou-se esta noite mais um jantar de Natal da Comissão apoio á Recandidatura de Pinto da Costa à presidência do FC do Porto, anualmente dirigida por Fernando Cerqueira com inefável zelo.

Como habitual juntaram-se à mesa, no Restaurante do Monte Aventino, cerca de 120 comensais para em ambiente natalício comemorarem a quadra festiva junto do líder máximo do clube que apoiam, o “eterno” Presidente Pinto da Costa. Sob o patrocínio da Porcel, empresa de cerâmicas do grupo da Revigrés antiga patrocinadora do FC do Porto, foram entregues a alguns convidados e imprensa, peças de arte alusivas ao momento, destacando-se a que foi entregue ao líder do Dragões, pelo porte e qualidade artística.

No seu discurso, breve e sucinto ao contrário de outros anos, Pinto da Costa limitou-se a agradecer a presença de todos e o apoio e confiança que lhe dão para dirigir os destinos do clube.

No final a imprensa teve direito a algumas perguntas a Pinto da Costa que no seu habitual estilo foi respondendo com o característico humor, especialmente pelas questões sobre o recente caso do túnel do Jamor, e o alegado soco de Sérgio Conceição ao treinador do Belenenses, Pedro Ribeiro: “Sobre isso não falo pois ia matar o assunto. Estamos num jantar de Natal e a primeira pergunta é sobre o túnel? Apetece-me sentar e desejar bom Natal a todos.” Não obstante, adiantou: “Isso é um fait-diver. A nível desportivo não temos receio, mas estou com medo que sejam todos presos, sobretudo o boi. Ainda não se descobriu quem é, mas quando se descobrir vai parar ao matadouro!”

Questionado sobre o receio de sanções desportivas para o clube, Pinto da Costa mostrou-se confiante de não haver esse perigo.

Abordou ainda a vitória do Flamengo este noite no Qatar, e a possibilidade de Jorge Jesus se sagrar Campeão do Mundo, adiantando que lhe deseja as maiores felicidades pois é português e amigo dele de longa data.

Sobre a sua continuidade ou não à frente dos destinos do clube, embora não adiantasse a decisão de se recandidatar a ideia ficou praticamente implícita, pelo que será de esperar mais uma nova recandidatura lá para fevereiro, e muito provavelmente novo mandato na Presidência do FC do Porto.

Topo
Ir para maiahoje.pt
Pesquisar
© 2012 Maia Hoje - Portugal Interactivo